• Redação Portal do Povo

VÍDEO! Deputado Boca Aberta enfrenta a velha política na câmara



O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA), passou sufoco hoje (15) ao ocupar o pequeno expediente da Câmara dos Deputados, para falar que o deputado paranaense Boca Aberta (PROS-PR) não era digno de ocupar a cadeira da Presidência da Casa.





Em seu discurso, Jerry disse: “quero, em primeiro lugar, me solidarizar com o presidente da Casa, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que conduz a Casa com correção democrática, visão ampla, com respeito à pluralidade que aqui existe. Agora, com todo o respeito, quero dizer que o deputado Boca Aberta, […] não é digno de estar na cadeira de Ulysses Guimarães, não é digno de estar na cadeira de Rodrigo Maia”.

O parlamentar do Pará quase bate em Márcio Jerry, se não fosse a intervenção dos seguranças da Câmara. Ele ainda disse que o deputado maranhense tinha que ser homem.


“Quando você fala que não sou digno, você tem que falar. Aqui você tem que ter certeza das coisas, você não pode falar que não sou digno. Digno de sentar naquela cadeira é você? Digno de sentar naquela cadeira é o Zé Dirceu, que tá preso? É o Lula? Eles são dignos? É o Palloci? Seja homem e espera eu falar rapaz!”, disse Boca Aberta.




Boca Aberta e o presidente Bolsonaro

O deputado paranaense é ligado ao presidente Jair Bolsonaro, o qual Márcio Jerry tenta chamar à atenção de todo jeito para buscar holofote para campanha do seu chefe Flávio Dino à Presidência da República.

Boca Aberta ganhou notoriedade após a entrega de um troféu ao atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante a audiência em que o ex-juiz compareceu como convidado para explicar as revelações feitas pelo ‘The Intercept Brasil’ sobre a operação Lava Jato.