• Redação Portal Povo

Receita vai continuar com blitz contra devedores de IPVA; veículo pode ser apreendido




Um aumento na arrecadação e a queda no índice de inadimplência. Este é o resultado da série de blitz realizada em agosto pela Receita Estadual sobre motoristas, que circulam sem o recolhimento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).


Segundo a Agência Estadual de Notícias (AEN), na última semana do mês passado, durante uma blitz em Apucarana, o Fisco Estadual encontrou 133 veículos com pendências entre os 809 verificados. Somente neste caso os valores chegavam a R$ 138,8 mil e por não estar com os documentos em ordem, cinco veículos foram retidos pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE).


Na semana anterior, em Londrina, foram vistoriados 521 veículos, dos quais 51 estavam irregulares, com débitos em atraso. Em Cornélio Procópio, a operação vistoriou 508 veículos e encontrou problemas em 89 deles. Seis foram recolhidos pela PRE.


Segundo a Receita, quando a dívida é apenas relativa ao IPVA deste ano, o motorista precisa providenciar a quitação do débito. Porém com atrasos mais antigos, o veículo é apreendido, o que ocorreu em oito casos. De acordo com o delegado da Receita Estadual em Londrina, José Carlos Guidotti, após o sistema de blitz do IPVA, houve um aumento na arredação e uma queda na inadimplência.

“Nós tivemos nestas operações as apreensões, já tinha citado anteriormente que nós não queremos criar dificuldades para o contribuinte. A partir do momento que o veículo é apreendido em função dos débitos, o proprietário ainda tem que arcar com o descolocamento e estadia no patio do Detran” JOSÉ CARLOS GUIDOTTI

FONTE: PAIQUERE