• Redação Portal Povo

Marcelo Belinati recebeu dinheiro desviado do povo, através da JBS investigada na Lava Jato


Marcelo Belinati recebeu R$ 400 mil (quatrocentos mil reais) desviados do povo pela JBS. A empresa investigada pela Lava Jato financiou sua campanha à Câmara Federal em 2014.



Para políticos eleitos do Paraná, foram quase R$ 17 milhões de propina em 2014. No que ficou conhecido como o maior escândalo de corrupção brasileira.



O prefeito de Londrina Marcelo Belinati (PP) foi um dos beneficiados com uma doação da JBS a sua campanha à Câmara Federal em 2014. A informação foi publicada pelo Jornal Gazeta do Povo.


Segundo o empresário Joesley Batista, dono da marca, a empresa repassou oficialmente R$ 357 milhões para partidos e políticos. No total, R$ 61,2 milhões foram distribuídos para 162 deputados eleitos. No Paraná, Marcelo Belinati integra a lista de contemplados; Ele recebeu R$ 400 mil do grupo.


Políticos paranaenses


Para políticos eleitos do Paraná, foram quase R$ 17 milhões em 2014, sendo a maior parte para a senadora Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao governo naquele ano. Ela recebeu R$ 8,6 milhões. Os recursos da JBS foram doados para a cúpula de 21 dos 28 partidos representados na Câmara, incluindo todos os grandes.


Ainda conforme a Gazeta do Povo, outros paranaenses que receberam dinheiro para a campanha eleitoral de 2014 foram:


Roberto Requião (PMDB) – R$ 2.400.000

Ricardo Barros (PP) – R$ 1.250.000

Beto Richa (PSDB) – R$ 1.100.000

Dilceu Sperafico (PP) – R$ 900.000

Nelson Meurer (PP) – R$ 700.000

Luiz Nishimori (PR) – R$ 400.000

Osmar Serraglio (PMDB) – R$ 200.000

Zeca Dirceu (PT) – R$ 47.500

Tadeu Veneri (PT) – R$ 34.000


Após 2014, o projeto da minirreforma eleitoral proibiu doações de pessoas jurídicas, o que reduziu exponencialmente o volume de dinheiro nas eleições.