• Gazeta News

Ex-ministro da Saúde acredita em 2ª onda da covid-19 em abril

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse nesta sexta-feira (11), em entrevista à GloboNews, que é possível que o Brasil tenha, realmente, uma segunda onda de contaminação do coronavírus entre abril e maio.


Para Mandetta, o governo federal deve priorizar a prevenção agora, mais do que nunca, para evitar que o vírus continue circulando nos meses que antecedem o inverno no Brasil, segundo G1. Ele avalia ainda que não “vai ter” vacina para todos os brasileiros, por isso, aconselha que o País deveria apostar em todas as vacinas disponíveis para combater a doença.

Mandetta criticou o modelo que o Ministério da Saúde vem adotando em relação à vacinação. Denominou a ação governamental como “improvisação” e disse que se continuar desta maneira, os brasileiros passarão o primeiro e o segundo semestre apagando “incêndio” causado pela pandemia em 2021. Fonte: ISTOÉ Dinheiro