• Redação Portal Povo

Estudante é espancado e roubado no centro de Londrina.


Um aluno de 21 anos do Ceebja Herbert de Souza, na Vila Nova, foi assaltado e agredido no início da noite desta segunda-feira (19) quando voltava para casa. Ele parou para descansar na Praça da Bandeira, perto da Catedral Metropolitana, e foi abordado por um casal que pediu dinheiro. "Falei que não tinha nada. Cinco minutos depois, vieram umas oito pessoas e começaram a me bater. Roubaram minha bolsa, celular e meus documentos pessoais", disse a vítima em entrevista ao Bonde.

Foto reprodução internet.

"Não estou conseguindo andar. Estou machucado em tudo que é lugar, na cabeça, braços e costas. Até acho que uma costela minha trincou por causa da pancadaria. Isso nunca aconteceu comigo", afirmou. O jovem ligou para o pai e foi até a Central de Flagrantes, na avenida Santos Dumont, região leste, registrar um boletim de ocorrência.

Quando voltava pela área central, o estudante viu duas pessoas andando com as mesmas características dos assaltantes. "Paramos para perguntar onde estavam os meus documentos. Foi aí que o rapaz sacou a faca e tentou me acertar. Saímos com o carro e chamamos a polícia", avaliou. O suspeito de 20 anos e a mulher de 23 foram presos em flagrante pela PM na avenida Celso Garcia Cid, entre a Jorge Casoni e a rua Uruguai.

A faca foi apreendida, mas os objetos do estudante não foram recuperados. Natural de Santa Mariana, no Norte Pioneiro, o jovem detido contou ao delegado William Douglas Soares, que estava de plantão, que não roubou ninguém. "Eu estava fumando um baseado com a minha esposa quando ele (vítima) chegou batendo em todo mundo. Ando com a faquinha pra me defender. Foi o que eu fiz", contou.

Já a suspeita, que também disse ser moradora de rua e oriunda da mesma cidade que o marido, desconversou sobre o assalto. "Estamos morando lá perto da rodoviária há quase um mês. Viemos procurar serviço aqui, já que lá (Santa Mariana) não tem muito. Não roubei nada dele, que estava brigando com outras pessoas. Os dois foram autuados por roubo e continuam detidos no antigo 4º Distrito Policial, na avenida Dez de Dezembro. Fonte: Rafael Machado - Grupo Folha