• Redação Portal Povo

Especialista ensina como reciclar e diminuir lixo durante a quarentena

A quantidade de lixo domiciliar ao longo deste período poderá ser de 15 a 25% maior. O consumo por meio de entregas de delivery é uma das causas para este aumento



Com a mudança de rotina provocada pela pandemia do coronavírus, especialistas alertam para o possível aumento na produção de lixo doméstico em meio à quarentena. Uma das principais preocupações é com relação às entregas por delivery, que costumam utilizar pratos, sacolas e talhares de plástico. Muitos desses materiais acabam não sendo descartados da maneira correta, sendo que demoram anos para completar seu processo de decomposição na natureza.


De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Públicas e Resíduos Especiais (Abrelpe) a quantidade de lixos domiciliares ao longo da quarentena poderá ser de 15 a 25% a mais, e na área de resíduos hospitalares será de 10 a 20 vezes maior.

“Saber separar e descartar os resíduos de modo adequado pode ajudar a diminuir os impactos ambientais. Além disso, não estaremos contribuindo para o crescimento de aterros sanitário, muito menos expondo excessivamente os coletores de lixo ao COVID-19, ou seja, indo na contra mão do meio ambiente e da saúde pública”, explica o especialista em sustentabilidade e professor da ESPM, Marcus Nakagawa.


Para estimular a população a reciclar e diminuir a quantidade de lixo durante a quarentena, o especialista listou cinco dicas simples que podem ser praticadas em casa:


Levante os tipos de resíduos gerados


De acordo com Nagakawa, conhecer os resíduos produzidos em casa é fundamental para fazer a gestão deles. “Isso facilita na hora de separar o trajeto dos produtos orgânicos dos inorgânicos”, conta.


Higienize as embalagens


Lavar com água todos os produtos, alimentos e embalagens são medidas recomendáveis há anos. Em tempos de crise, no entanto, isso se torna essencial para evitar o contágio com o vírus.


Recicle restos de comida


Cascas de frutas e restos das refeições podem servir de adubo para hortas orgânicas, até mesmo dentro de casa.


Escolha sacolas biodegradáveis


Esses tipos de sacola tem fácil absorção no meio ambiente e duram menos do que as sacolas de plástico convencionais.


Feche bem as sacolas


A Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Públicas e Resíduos Especiais orienta os infectados pelo Covid-19 a não separar os lixos domésticos, mas caso não exista outra opção, é ideal fechar bem as sacolas a fim de não disseminar o vírus com tanta facilidade.


FONTE: portalveg