• 90londrina

Dono de posto de combustível desmente versão do Fantástico sobre Boca Aberta



O gerente Ítalo Luís de Oliveira, do Auto Posto Leblon, de Londrina, ficou surpreso ao ver a reportagem do Fantástico, da Rede Globo, sobre uma matéria chamada “Operação Tanque Furado” neste domingo (19), que envolveu o posto que administra e o deputado federal Boca Aberta (Pros).


Ítalo explicou que não há nada de ilícito, que os abastecimentos funcionam com requisição. “Neste caso, os assessores do deputado chegavam, entregavam a requisição e, mediante essa autorização, a gente abastecia o veículo. Depois, informamos na requisição o valor dado na bomba e arquivamos. Desta maneira, de posse dessa requisição, com quantidade e valores especificados, eu já tinha o controle interno. Sendo assim, não necessariamente, eu precisava tirar nota fiscal naquele momento, mas no final de um período (mês)” – contou o gerente.

Em vídeo enviado a nossa equipe, Ítalo ainda ressaltou que “na época (Janeiro de 2020) as notas eram tiradas assim, guardadas e lançadas todas de uma vez no final do mês, mas hoje já é feito de outra forma, a pessoa chega para abastecer com a requisição, vai até o caixa e no ato do abastecimento já é emitido cupom fiscal” – muita coisa mudou, completou o gerente do Leblon.


Segundo especialistas a matéria foi sensacionalista, que o sistema da receita permite inclusão de notas com essa litragem, que cada posto tem seu padrão de lançamento, e neste caso foi justificado vários abastecimentos do mês em uma única nota fiscal.

O deputado federal Boca Aberta afirma que a rede Globo está orquestrando uma série de reportagens negativas de parlamentares que defendem o governo federal com a intensão de prejudicar o presidente Jair Bolsonaro, e que mais parlamentares serão vítimas dessas reportagens.


VÍDEO DO DONO DO POSTO: