• Redação Portal Povo

Dagoberto será julgado no STJD após chamar árbitro de "cagão"; pena pode chegar a seis jogos

Expulso contra o Atlético-GO, atacante do Londrina foi denunciado por causa de ofensas relatadas por árbitro, entre elas de "cagão, você é um bosta". Julgamento será na sexta-feira


O atacante Dagoberto, do Londrina, será julgado Superior Tribunal de Justiça Desportiva na próxima sexta-feira, no Rio de Janeiro.


O jogador foi denunciado por causa das ofensas relatadas pelo árbitro William Machado Steffen, em expulsão na partida contra o Atlético-GO, pela 14ª rodada da Série B do Brasileiro. Segundo o árbitro, Dagoberto recebeu o vermelho porque o teria ofendido "com as seguintes palavras: seu merda, cagão, você é um bosta".


Em seguida, ainda de acordo com o árbitro, o jogador teria continuado xingando, "com os dizeres: seu filho da p***, tu é um merda". Steffen relatou ainda que as ofensas de Dagoberto seguiram na saída para o vestiário.


Em sua conta pessoal no Instagram, um dia após o jogo, o atacante negou o xingamento, mas confirmou ter chamado o árbitro de "cagão", além de fazer críticas ao profissional.

O atacante será julgado pela 4ª Comissão Disciplinar do STJD e foi denunciado por conduta contrária à ética e/ou disciplina, no artigo 258, parágrafo segundo e inciso dois do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Ele pode pegar uma suspensão de uma a seis partidas - uma delas já foi cumprida.


Dagoberto está se recuperando de uma lesão muscular que interfere no quadril e no joelho. A previsão do departamento médico do Londrina é que ele deve retornar entre três e quatro semanas. Com isso, o jogador voltaria apenas na 24ª rodada, na partida contra o Sport, marcada para o dia 24 de setembro.


Fonte:globoesporte.com